O LEGADO OLIMPICO RIO 2016

Após 2 anos do término da olimpíadas Rio 2016 em que os atletas da vela das classes olímpicas nos trouxeram grandes resultados como Martine Grael e Kahena Kunze na classe 49er FX, Robert Scheidt na Classe Laser Standart e Jorge Zarif na Classe Finn o material utilizado nestas regatas foram disponibilizados para as Federações Estaduais pela Confederação Brasileira de Vela – CBVela.
A Federação Náutica de Brasília – FNB não poderia ficar de fora e em 25 junho de 2018 com a viagem do Presidente da FNB Carlos Aviz à reunião ordinária da CBVela iniciaram as tratativas para o envio do Legado Olímpico, sendo gentilmente transportado para Brasília pelo Vice Presidente Homero Correa, lembrando nesta ocasião estávamos em plena Greve dos Caminhoneiros.
O Legado Olímpico se compõem de Bandeiras, Boias, Âncoras, Placas de Sinalizações, alidade, Gravador e GPS portátil, Estação de Vento, Finder a Laser, Binóculo, Defensas, Cornetas e Salva Vidas.
Todo este material devidamente documentado foi entregue na sede da Federação Náutica de Brasília que está localizada no Clube da Aeronáutica CAer.
Pequenos reparos foram feitos, como conserto das Boias, já que ficaram vazias por muito tempo, sendo que os demais equipamentos estão em perfeitas condições de uso, tendo sido utilizado nas competições oficiais da Federação Náutica de Brasilia como os Campeonatos do DF das Classes Laser Std e 4.7 e da Classe FINN. Alem de estar previsto para serem utilizados em julho na Copa de Vela Jovem de Brasília e no Campeonato Brasileiro 7° distrito da Classe STAR quando receberemos atletas de todo o Brasil.